domingo, 15 de novembro de 2015

O HOMEM QUE NÃO GOSTAVA DE PUBLICAR BALANÇOS


Dos esclarecimentos feitos pela chapa de situação a respeito das críticas feitas pelo candidato Adriano Zanotto, extraio o seguinte trecho:
Simplesmente não é possível comparar a exemplar transparência hoje existente na OAB/SC com o que se viu durante a gestão de Adriano Zanotto. Aliás, seu antecessor na presidência da OAB/SC publicava balancetes bimestrais regularmente, embora não todos. Muito pouco, mas era um começo. Do dia em que assumiu até o dia em que renunciou ao seu segundo mandato como presidente da Seccional, Adriano Zanotto não publicou um único balancete. Pior que não ter avançado, retrocedeu no quesito transparência.

Como Adriano afirmou no debate da TV COM que publicava balanços, folheei todas as revistas das suas duas gestões e confirmei: lá não consta um só balancete!

Nas revistas do seu antecessor eu vi singelos balancetes bimestrais, que começaram a ser publicados em julho de 1999, mas faltam os  balancetes dos meses de novembro e dezembro dos anos de 1999 e 2000. Como exemplo, segue reprodução do último balancete publicado pelo antecessor de Adriano:


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.